Donos de empresas do Pró-DF tentam manter negócios em meio à poeira das ruas sem asfalto. Administração afirma que contrato vai ser feito para terminar as obras.

Sobrevivendo em meio à poeira. É assim, que empresários de São Sebastião tentam tocar os negócios. Uma das empresas, para se ter ideia da importância dos negócios, emprega 60 pessoas. Numa rua mal acabada, o coordenador de Logística Flávio Fernandes tenta trabalhar. “Chego em casa todo sujo. Todo mundo aqui corre o risco de ficar doente”, fala.

Na loja de mecânica, a poeira atrasa o serviço. “Quando a gente está fazendo um motor, temos que ficar tampando por causa da poeira. Não conseguimos trabalhar corretamente”, relata o dono da oficina, Geraldo Barbosa. A área do Pró-DFf em São Sebastião foi criada há 12 anos. Na época, os pequenos e médios empresários foram para o local com a promessa de receber incentivos e investimentos. Mas ainda estão sem escritura e as obras estão paradas.

Em vez de melhorias receberam 11 ruas sem asfalto e meio fio incompleto. A construtora, responsável pela obra, jogou cascalho, mas não terminou o serviço. “Eles simplesmente falavam que tinham que receber o restante de um dinheiro – R$ 4 milhões – para terminar o trabalho que estava sendo feito”, conta a líder comunitária Sebastiana Gaioso da Cruz.

Quem sonhava em ver o negócio crescer, agora luta contra a falta de clientes. “Os clientes não vêm por causa da poeira. Este é um lugar abandonado. Não tem como receber as pessoas, porque quem chega sai cheio de poeira”, acredita o empresário Joaquim Crispim. “A gente sofre por causa da poeira. Quando é época de chuva, é a lama que atrapalha. Como os clientes vão vir aqui?”, questiona a empresária Poliana Melissa Araújo.

A Administração de São Sebastião informou que, em 30 dias, vai ser feito um contrato aditivo entre a construtora, a Secretaria de Obras, Novacap e Terracap para terminar as obras no Pró-DF. A previsão é que em dois meses o asfalto chegue às ruas. O custo total da obra é de R$ 9 milhões.

Acompanhe o vídeo:



Marina Costa / Emerson Soares
Reportagem exibida no dia 09 de julho de 2009
Tecnologia do Blogger.