Projeto JN no ar visita São Sebastião

O repórter Ernesto Paglia chegou ao DF na madrugada desta terça-feira (7). Ele está percorrendo o país para mostrar um pouco da realidade de uma cidade de cada estado do Brasil antes das eleições.


O sorteio ao vivo, no Jornal Nacional, deu novo rumo à maratona do JN no ar. De Roraima, o projeto, que está mostrando um pouco da realidade de diversas cidades do Brasil, seguiu para o Distrito Federal. Entre Alto Alegre, em Roraima, e Brasília, foram 2.540 quilômetros em mais de três horas de vôo. A viagem foi tranquila, graças à equipe que, ao que parece, não para nem em terra, nem no ar. “Algumas localidades não têm combustível. Então, o planejamento tem que incluir condições para chegarmos lá e irmos, em seguida, ao local mais próximo para abastecer e seguir para etapa seguinte”, explica o comandante Reinaldo Kede.

O projeto JN no ar decolou pela primeira vez no dia 23 de agosto e já visitou nove cidades. Depois de lugares como Guarapari, no Espírito Santo, e Alto Alegre, em Roraima, agora, a equipe vai mostrar um pouco de São Sebastião para todo Brasil. “Passaram para a gente a história muito interessante de que parte do barro usado para construir Brasília saiu de São Sebastião. Haveria lá também um dos fundadores da capital, chamado Tião Areia”, conta a produtora do projeto, Adriana Caban.

Serão poucas horas de permanência no Distrito Federal - tempo suficiente para mais uma série de descobertas. “No caso específico de São Sebastião, acho que há um interesse a mais pelo fato de as pessoas, ao virem a Brasília, conhecerem apenas o Plano Piloto. Eu mesmo confesso que conheço muito pouco fora da Esplanada dos Ministérios. Acho que essa é uma oportunidade de vir à capital e conhecer algo novo”, destaca o repórter Ernesto Paglia.

Acompanhe a Reportagem:


Tecnologia do Blogger.