Vila Olímpica de São Sebastião

Obra realizada em satélite do DF está a pleno vapor. Crianças e jovens estão ansiosos para a conclusão da área recreativa.
O Governo do Distrito Federal (GDF) destina verba para a construção de Vila Olímpica em São Sebastião. Obras com término previsto para março de 2010 e orçada em 7,6 milhões já estão em estágio avançado, e geram expectativas em crianças e jovens da cidade.

Os moradores estão se acostumando com a nova obra de tamanho considerável, que está localizada no bairro São Bartolomeu. Concreto, barulho e empregados da obra transitam no local e alteram a rotina pacata da cidade.

A construção fica em um local onde era uma antiga pista de corrida improvisada para treinos, utilizada pelos praticantes de atletismo. Abrange uma área de 30 mil m² e é composta de um ginásio multiuso coberto, campo de futebol com gramado sintético, quadra poliesportiva coberta, tatame e pista de atletismo. Será utilizada por escolas com educação integral e aos finais de semana será aberta para a comunidade para a prática de esportes.

O projeto é uma idéia do governo carioca, e foi transferida para o Distrito Federal pelo governador José Roberto Arruda. Em declaração à imprensa, ele afirma: “A Vila Olímpica não será um cabide de emprego para políticos. O que nós queremos é incentivar os atletas de cada cidade.”

Alexandre Cardoso, 19 anos, estudante de Educação Física, atleta profissional e morador da cidade declara: ‘’A Vila Olímpica é um ótimo projeto para descobertas de novos talentos, além de ter uma boa estrutura pras aulas de educação física das escolas públicas daqui. Em geral, todos os esportes foram beneficiados com ela. Porém, o atletismo nem tanto porque a pista de atletismo não é oficial. Ela e muito pequena e é limitada pra certos tipos de treinamentos. O tamanho oficial é 400 metros e 8 raias. Se eu não me engano na Vila Olímpica de São Sebastião, o tamanho será de 280 metros e 4 raias. Assim as curvas ficam muito fechadas e fica perigoso machucar, não dá pra correr bem, bem mesmo. Para a educação física das escolas é boa, mas para treinos de alto rendimento não é não,’’ afirma. Alexandre é o 3º colocado no Ranking Sul-Americano de Menores na prova de 400m/com barreira e ficou em 3º lugar no Campeonato Brasileiro Caixa de Atletismo Juvenil na modalidade 400m com barreiras. Ele treinava no espaço onde é construída a Vila Olímpica e teve que se deslocar para um local onde a pista atendesse às suas necessidades. Mesmo assim se diz satisfeito com a obra.

A dona-de-casa Iranildes Gonçalves, 38 anos, se diz ansiosa para o término das obras. Segundo ela, seus 3 filhos já participam de um projeto para crianças carentes na cidade, em horário contrário as aulas, onde praticam Karatê. Mas afirma que sempre sonhou com as crianças praticando natação. ‘’È esporte de gente rica’’, alega. E como a Vila Olímpica terá piscina, está esperançosa.

A expectativa é de que a obra tenha capacidade para acolher mais de 3.000 crianças por dia. O objetivo principal é abrigar alunos das escolas públicas de ensino integral, mas também tem como finalidade tirar as crianças das ruas, oferecendo o esporte como uma arma contra a violência e as drogas.

Caminhão desgovernado atinge quatro veículos em São Sebastião

Carro da Polícia Militar descaracterizado foi atingido e quatro pessoas ficaram feridas. Acidentes semelhantes já ocorreram no local. Motorista disse que perdeu o controle do veículo.
Por pouco um caminhão-baú não causou uma tragédia em São Sebastião nesta sexta-feira (16). O motorista disse que perdeu o freio numa descida e não conseguiu evitar que o veículo atingisse outros quatros carros. No local, já ocorreram vários acidentes parecidos. 
“Ele veio descendo até que os carros pararam na frente e eu bati neles. Até que ele tombou”, explicou o motorista do veículo desgovernado, Renato Santos Freitas. O caminhão, que estava carregado de portas e janelas, só parou quando atingiu a caçamba de outro caminhão. “Tomei um susto,né? Aí eu pulei, porque eu vi que ele ia bater na minha caçamba, larguei o caminhão.

Quebrava minha cabeça todinha, olha a situação em que está, eu teria morrido”, detalhou o motorista do caminhão atingido, Joviano Rodrigues. U
m dos carros atingidos era da Polícia Militar descaracterizado. Dois policiais tiveram ferimentos leves. Um terceiro fraturou a bacia e foi levado para o hospital. A motorista de um dos carros atingidos se feriu levemente.



Vejam a reportagem:


Tião da areia e das fábulas

"Sebastião de Azevedo Rodrigues é o fundador da cidade de São Sebastião. Mais que isso, destaca-se como contador de histórias, um mestre na arte de viver com os fracassos e as vitórias, em igualdade de condições"

Tudo em Tião Areia vira fábula. Seria um homem amargo, se ficasse agarrado aos fracassos. Seria arrogante, se carregasse no peito as honras já recebidas. Mas ele nunca se desgruda de si mesmo, de uma genuína fé na vida e de um jeito aparentemente bronco, que esconde uma sabedoria interiorana inesgotável. O mineiro Sebastião de Azevedo Rodrigues, 66 anos, é o fundador de São Sebastião, dá nome a uma praça e debulha — basta pedir — uma longa história feita de muitas pequenas historietas sobre um lugar que se chamava Fazenda Papuda e que ele transformou, com a ajuda da comunidade, numa cidade- satélite pobre, derramada num vale entre serras, que faz vizinhança com condomínios de classe média e com a Papuda propriamente dita.

Novo Parque Ecológico do Bosque

Preste a completar 17 anos, a cidade de São Sebastião ganha um presente há muito esperado pelos moradores: a revitalização do Parque Ambiental do Bosque da cidade. A primeira etapa das obras de revitalização do local será inaugurada neste sábado, 27 de março.
Tomado oficialmente como área de proteção ambiental há 15 anos, pode-se dizer que o Parque do Bosque está para São Sebastião, assim como a floresta amazônica está para o resto do mundo. Ou seja, é o pulmão ecológico da cidade. Mesmo com tamanha importância, o local não contava com infra-estrutura adequada e não era utilizado pelos moradores que pleiteavam a revitalização do espaço.