Lista de beneficiados por lotes no Setor Mangueiral será revisada

O novo bairro, localizado entre o Jardim Botânico e a entrada de São Sebastião, receberá 30 mil moradores quando estiver pronto. Mas quem foi convocado ainda não sabe se terá direito ao imóvel.

Em julho do ano passado, o nome do servidor público Clodoaldo dos Santos foi publicado na lista da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab) para receber um imóvel no Setor Mangueiral. Ele entregou os documentos e pagou as taxas. Mas até agora não recebeu nenhuma resposta.

“Estou aguardando o governo. A publicação de uma lista dizendo que estamos aptos a comprar. A gente fica com medo disso não sair, de arrumarem outros critérios, estabelecerem outras formas e ficar por isso mesmo”, relata Clodoaldo.

A servidora pública Adriana Machado está na mesma situação. E apreensiva para realizar logo o sonho de ter a casa própria. “Antes de terminar o governo, eu sempre ligava na Codhab, procurava acompanhar a situação, Mas, esta semana, eu liguei e eles nem atendem”, afirma.

Ainda este mês, as pessoas que esperam para comprar um imóvel no Setor Mangueiral devem ser chamadas pela Codhab para uma nova análise de cada caso.

Em agosto do ano passado, os programas habitacionais do GDF foram suspensos. O Ministério Público e a Polícia Civil apreenderam a lista de inscritos na Codhab e investigam suspeitas de irregularidades na distribuição de lotes e imóveis.

O secretário de Habitação vai fazer uma auditoria da lista da Codhab e decidir os projetos e as áreas que serão utilizadas pelos programas habitacionais. Mas, ele adianta que não haverá mais distribuição de lotes. O GDF agora vai entregar casas e apartamentos prontos, que serão financiados, a preços mais baixos, pela Caixa Econômica Federal.

“Nós vamos analisar todas as pessoas que já entregaram documentos. Aquelas que estiverem regulares receberão o imóvel. Se houver alguma irregularidade, nós vamos excluir”, declara o secretário de Habitação do DF, Geraldo Magela.

O secretário de Habitação disse ainda que os moradores mais antigos do DF vão ter prioridade na nova lista da Codhab, que será reavaliada.

Acompanhe o vídeo:

Diponível: Bom Dia DF
Tecnologia do Blogger.