Codhab suspende entrega de imóveis no Jardins Mangueiral

A decisão, publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (10), anulou os editais que habilitavam candidatos a uma casa ou apartamento no local.

No setor Jardins Mangueiral devem ser construídas oito mil moradias. As casas e apartamentos do primeiro condomínio já estão prontos. Cinco listas com os nomes dos contemplados também foram divulgadas, mas os futuros moradores vão ter que esperar mais um pouco.

O Diário Oficial do DF desta quinta-feira (10) traz uma decisão do secretário de Habitação, Geraldo Magela, que anula todas as habilitações de beneficiados publicadas de dezembro de 2009 até dezembro de 2010. Todos os processos passarão por nova análise que pode levar até 60 dias. Só depois disso, os candidatos que atenderem aos critérios serão chamados.

A decisão da Secretaria de Habitação atende a uma recomendação do Ministério Público, que encontrou indícios de ilegalidade no processo de distribuição dos imóveis. O imbróglio envolvendo a seleção de moradores para os Jardins Mangueiral se arrasta há dois anos. As casas e apartamentos seriam destinados a pessoas que ganham até três salários mínimos, mas os planos mudaram e as moradias passaram a ser destinadas a quem ganha mais de R$ 4 mil.

O técnico em telecomunicações Júnio Félix Carvalho, que mora de aluguel em Cidade Ocidental e trabalha no Plano Piloto, se inscreveu, mas até hoje não foi chamado. Com a revisão da lista, espera ter uma chance.

“Estou esperançoso porque estou dentro dos requisitos iniciais que eles pediram. Atualmente, moro no Entorno e gasto R$ 600 de combustível todo mês. Está sendo um gasto muito grande por morar longe”, fala.


Via DFTV 1ª Edição
Tecnologia do Blogger.