GDF afirma que primeiros imóveis no Mangueiral serão entregues em abril

Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF anulou hoje todos os processos de entrega de imóveis no setor. MP encontrou indícios de ilegalidades na distribuição dos lotes.

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab) anulou hoje todos os processos de entrega de imóveis no setor Jardins Mangueiral publicados entre dezembro de 2009 e dezembro 2010. O Ministério Público encontrou indícios de ilegalidade na distribuição dos imóveis. Eles seriam para pessoas que ganham até quatro salários mínimos, mas estavam sendo destinados a quem ganha mais de R$ 4 mil.

Os processos vão ser novamente analisados em um prazo de 60 dias e o governo promete entregar, a partir de abril, os primeiros mil imóveis do setor. “As pessoas que tiverem seus nomes divulgados agora vão ter absoluta garantia de que processo está legal e que ele vai morar no Jardins Mangueiral”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Geraldo Magela.

O secretário disse ainda que os nomes dos habilitados começam a ser divulgados na semana que vem. Quem for desclassificado, vai receber o dinheiro de volta.


Tecnologia do Blogger.