Em São Sebastião, casal transforma garagem de casa em biblioteca

A biblioteca tem dez mil livros e as crianças da cidade podem encontrar desde dicionários até histórias clássicas, como o "Patinho feio". A Biblioteca atrai muitas crianças e adolescentes.

A história de "Davi e Golias" é mais uma que Mateus conhece através dos livros. “Dá ensinamento de vida”, fala o garoto. E é em uma biblioteca comunitária em São Sebastião que muitas crianças se aventuram no mundo da leitura. A ideia de montar o espaço foi da agente social Dilma Mendes e do vigilante Sebastião José Borges. O casal inaugurou a biblioteca há sete anos. “Eles lêem e depois vão brincar de ping-pong”, conta Dilma.

A biblioteca começou numa sala alugada, mas o dinheiro foi ficando curto o espaço cada vez menor. Foi quando Dilma e Sebastião trouxeram os livros para a garagem de casa. “Cedi a minha garagem para os livros e para as crianças fazer as pesquisa de escola”, conta Sebastião.

Atualmente, a biblioteca comunitária tem mais de dez mil títulos. No local as crianças encontram desde livros didáticos, dicionários, até histórias clássicas, como o “Patinho feio”, livro do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, que nasceu em 2 de abril, dia internacional do livro infantil.

E se a história é para a garotada, tem que ter, em meio às letras, muitos desenhos. “A ilustração [imagem] é que capta o interesse de leitor”, afirma o ilustrador Jô Oliveira.

Com histórias e ilustrações, o livro infantil é o primeiro passo na formação de grandes leitores. “Os professores sempre falam que a leitura é o alimento da imaginação”, fala uma jovem.

O casal recebe doações de livros. A biblioteca fica na Avenida 2, quadra 18, loja 16, Residencial do Bosque.

Tecnologia do Blogger.