Morro Azul: sem lugar para o lazer


Moradores de bairro Morro Azul pedem melhores condições para se divertir. Áreas verdes acumulam mato alto e entulhos. Administração diz que projeto está encaminhado

“Trabalho dá. Os braços ficam doendo e a gente fica cansado. Mas depois vale a pena, porque dá para jogar bola por vários dias”. Entre uma capinada e outra, e com a respiração esbaforida, Douglas Martins Ferreira, de 13 anos, explicava o motivo de ele e amis quatro amigos estarem limpando uma área verde localizada no bairro Morro Azul, em São Sebastião, para desfrutarem de uma partida de futebol. E é no cenário, em meio a lixo, entulhos e moscas, que os meninos jogam a cada por do sol.


Os moradores do bairro, porém, apontam que a área deve ser revitalizada para que as crianças tenham momentos de lazer. Segundo a administração local, a área verde tem a extensão de mais de 1000 metros e já existe um projeto para revitalização. A promessa anima a população, que pretende ver o espaço localizado em frente ao Conjunto Q, limpo e atrativo.



Composto apenas pela Quadra 11 e com conjuntos que vão da letra A a Q, o Morro Azul habita em média 4 mil pessoas e possui cerca de 700 casas. Os moradores lamentam haver apenas um campo de futebol e um parque reservados para o lazer das crianças, que improvisam as brincadeiras ao longo das vielas e disputando e espaço com os carros. A reportagem recorreu o local e avistou os espaços. Em ambos, o mato alto e o abandono imperam. A administração garantiu que o mato será cortado na próxima semana.



Para as famílias, a única alternativa que pode mudar a rotina das crianças é transforma parte da área verde em uma praça para lazer. “Nossos filhos estão abandonados. É preciso fazer um espaço para eles brincarem, pois aqui não tem locais de lazer. Um parque e um campinho de futebol decentes já ajudariam muito”, apontou Valdivino Alves de Sousa, 57. Morador do bairro há 15 anos, o pedreiro mora na casa em frente ao espaço verde, e espera por momentos de diversão para os “incontáveis” filhos e netos. “Os filhos são tantos que só consigo contar à noite. Só de nto são 10, que moram comigo.” 



Na tarde da última quarta-feira, a administradora de São Sebastião, Janine Rodrigues Barbosa, foi até  o Morro Azul para escutar as reclamações dos moradores. A reportagem não conseguiu entrar em contato com a gestora, na tarde de ontem. Mas funcionário da administração informaram que o projeto de revitalização da área verde já está em andademnto e conta com parques e algumas churrasqueiras. As mudanças, porém, deevem ser cautelosas, segundo a funcionária, já que no local existem cerca de 20 árvores frutíferas. 



A promessa anima o jovem Neylson José Santos, 14, que já se machucou brincando no campo de futebol improvisad. “Tinha uma pia de banheiro jogada no chão. Eu tropecei nela, que quebrou e me cortou. Por isso que a gente lima aqui e dá para jogar alguns dias. Já limpamos umas quatro vezes, contou.


Tecnologia do Blogger.