Casas de loteamento irregular em São Sebastião começam a ser derrubadas

Loteamento no setor de chácaras Morro da Cruz, em
São Sebastião
O combate às invasões e loteamentos irregulares agiu nesta terça (3/5) em São Sebastião e mais uma vez no Setor Habitacional Sol Nascente, em Ceilândia. Pela manhã, duas casas desabitadas foram derrubadas em ação da Agência de Fiscalização do DF (Agefis), no loteamento irregular no Morro da Cruz, área rural de São Sebastião. A operação aconteceu das 9h às 12h, desta terça-feira (3/5), para coibir a ocupação e o parcelamento irregular da área pública, no morro da Cruz. Cerca de 20 profissionais, entre eles policiais militares, participaram da derrubada das casas.

As chácaras do local foram divididas em lotes menores que foram vendidos por preços que variam entre R$ 8 e R$ 20 mil, como informou o Correio no início do ano. A grilagem é alvo de investigação e a Agefis deve continuar com a operação no local. De acordo com o gerente de fiscalização da Agência, Robson Godoi, os moradores mostram certa resistência em sair do loteamento, mesmo sabendo que é irregular, por isso, começaram a ação nas casas desabitadas.

Muitos dos habitantes chegaram ao Morro da Cruz com concessões do governo destinadas à produção agrícola, mas outros pagaram até R$ 20 mil em lotes vendidos por grileiros.


Via Correio Braziliense
Tecnologia do Blogger.