Tecnologia do Blogger.

Em busca de futuro sustentável jovens de escola rural de São Sebastião realizam plantio de 100 mudas nativas

by - sexta-feira, dezembro 02, 2011

Em busca de futuro sustentável jovens de escola rural realizam plantio de 100 mudas nativas


Nesta quinta-feira (01/12) jovens e crianças do assentamento Aguilhada, em São Sebastião - DF, plantam 100 mudas de espécies nativas do cerrado no terreno ao redor da escola local. A iniciativa marca o início do plantio de mudas do Ciclo 2011/2012 do Projeto Rio São Bartolomeu Vivo - RSBV.
Ao todo, nesta comunidade, serão plantadas 45 mil mudas de espécies nativas do cerrado com o compromisso dos agricultores de zelar pelas mudas, visando não só a preservação ambiental mas também a geração de trabalho e renda local por meio de práticas sustentáveis.
No dia 19/11, houve a primeira fase desta ação de plantio, 120 famílias do Pré-assentamento Rural Renascer (em Planaltina) realizaram um plantio simbólico de 140 mudas nativas em uma área próxima a nascentes. Os agricultores desta comunidade aguardam há 3 anos a regularização de seus lotes. Segundo o presidente da Associação de Moradores do Pré-assentamento Renascer, Antônio Júlio, a chegada do RSBV foi bem vinda, pois além de despertar na comunidade o sentimento preservação e sustentabilidade, ainda auxilia o processo de regularização. "A gente tem que fazer as coisas de acordo com a lei e com esse plantio a gente mostra que tem compromisso com o meio ambiente", afirma.
           
De agora até o final de dezembro deste ano 135 mil mudas serão plantadas em áreas degradadas ao longo da bacia do Rio São Bartolomeu. Prioritariamente, serão recuperadas áreas próximas a comunidades rurais que possuam córregos e rios tributários ao Rio São Bartolomeu, áreas de proteção permanente e matas de galerias e ciliares próximas a veios d'água e nascentes. Após o plantio, os produtores rurais assinam um termo de compromisso para cuidar das mudas plantadas e recebem o "Certificado Amigo do Rio São Bartolomeu".
           
Além da recuperação de áreas, o Projeto realiza ações de educação ambiental, valorização da cultura local, capacitação e organização de jovens e lideranças locais por meio da comunicação socioambiental e da mobilização social. O objetivo dessas ações é despertar nas comunidades ribeirinhas o sentimento de pertencimento e a consciência da importância da preservação do Rio São Bartolomeu e das diversas formas de vida presentes em sua bacia, como condição para garantir o desenvolvimento integrado e sustentável do território.
           
O Projeto Rio São Bartolomeu Vivo tem como meta a recuperação de 500 hectares de áreas degradadas na bacia deste rio, com a participação direta das comunidades visando o desenvolvimento sustentável da região. Com uma área de 4,5 mil quilômetros quadrados, a bacia abrange as regiões administrativas de Planaltina, Sobradinho, Paranoá e São Sebastião, no Distrito Federal, além dos municípios de Cristalina, Cidade Ocidental e Luziânia, em Goiás.
           
O Rio São Bartolomeu é o principal manancial do DF e suas águas poluídas comprometem o futuro abastecimento de água da Capital Brasileira. Com a recuperação de áreas degradadas, a sensibilização ambiental e o fortalecimento social de atores da região, o Projeto busca a melhoria da água e da vida que margeia os 55km de extensão do rio. Junte-se a nós e seja parte ativa dessa importante revitalização!
O Projeto Rio São Bartolomeu Vivo é uma realização da Fundação Banco do Brasil e do BNDES em parceria com Funatura, IFB, Ipoema, Rede Terra, Instituto Universitas e IBRAM.
Serviço
Plantio de Mudas do Médio Rio São Bartolomeu - Comunidade Aguilhada
Dia: 01/12 (quinta-feira)
Horário: 9h
Local: Escola Classe Aguilhada, BR-251, km 34, São Sebastião-DF. Estrada que segue para Unaí-MG.

You May Also Like

1 comentários

Os comentários nos artigos do blog são, sem dúvida, a principal forma de contato entre o visitante e o autor e deve ser sempre um canal aberto. Comente-o.