Centro Olímpico de São Sebastião abre as portas aos finais de semana

Uma grande equipe de professores estará no local para orientar todos os frequentadores

A Secretaria de Esporte começa a abrir os Centros Olímpicos aos finais de semana a partir deste sábado (28). A primeira cidade a abrir o espaço para convivência e lazer da comunidade será São Sebastião. Uma grande equipe de professores estará no local para orientar todos os frequentadores. A população poderá se divertir e praticar esportes nas quadras, campos e pistas de atletismo todos os sábados e domingos, das 8 às 16 horas.

“Algumas pessoas não podem participar das atividades que os Centros Olímpicos oferecem durante a semana. Agora, com as quadras e pistas abertas, toda a comunidade poderá praticar esportes e ter momentos de lazer com a família e amigos. A ideia é difundir esporte e saúde para os moradores de São Sebastião”, diz o secretário de Esporte, Célio René.



Quadra de vôlei de areia, quadra poliesportiva coberta e descoberta, quadra de tênis, paredão de escalada, ginásio, campo de grama sintética e pista de atletismo ficarão à disposição dos moradores. Os materiais esportivos, como bolas e raquetes, serão disponibilizados pelo próprio Centro Olímpico e a direção pede que os usuários não levem estes materiais, para não misturar com os que o Centro distribui.



Espaço de Convivência e Lazer – Todos os Centros Olímpicos funcionarão aos finais de semana. Samambaia já abre suas portas desde a inauguração, em 2009. Agora, a Secretaria de Esporte dá início ao processo de funcionamento em São Sebastião para, em sequência, abrir para o público aos sábados e domingos um Centro Olímpico por semana.



Para frequentar os espaços, existem algumas regras de segurança – não se pode fumar dentro das dependências e é proibida a entrada de bebidas alcóolicas, armas e facas. Menores de 16 anos só entram no Centro Olímpico acompanhados de um responsável e o Parque Aquático não estará aberto aos visitantes. Todos os usuários, antes de entrar no CO, passarão por uma sala de conduta onde serão orientados sobre as regras de boa convivência no Centro Olímpico.



“Existe uma cultura nos Centros Olímpicos que está totalmente relacionada ao esporte, como respeito, cordialidade e zelo pelos equipamentos. Queremos que toda a comunidade pratique esporte com saúde e segurança”, explica a coordenadora Ricarda Lima. Segundo ela, essas normas já são aplicadas no Centro Olímpico de Samambaia e são muito bem aceitas por toda a comunidade.


Via Correio Braziliense