UnB inaugura Polo de Extensão em São Sebastião



O dia 4 de agosto de 2012 foi mais que especial para os moradores da XIV Região Administrativa do Distrito Federal. Por iniciativa do Decanato de Extensão da Universidade de Brasília (DEX/UnB), com o apoio do Fórum de Entidades Sociais, foi inaugurado na manhã de sábado o Polo de Extensão, Ensino e Pesquisa em São Sebastião-DF. 

O Polo é um espaço físico que servirá de ponto de apoio para 25 projetos e três programas de ensino, pesquisa e extensão que estão sendo desenvolvidos na cidade há cerca de 10 anos. O lançamento do polo vem ao encontro da missão institucional da UnB enquanto renomada instituição acadêmica e atende a demandas e anseios de setores governamentais e da sociedade civil por projetos que possam ser desenvolvidos no âmbito da cidade em diversas áreas de produção do conhecimento.

Trata-se de um passo fundamental da universidade em seu processo de articulação e integração com a comunidade externa, como forma de cumprir um dos seus principais objetivos: ressigninficar continuamente o seu papel ao interligar e inter-relacionar o seu tripé (Ensino, Pesquisa e Extensão) às necessidades e carências da população.

Participaram do evento representantes de órgãos públicos e organizações não governamentais locais. Compuseram a mesa de abertura a Presidente da Cooperunião, Maria Elizonete Baptista; o Decano de Extensão da UnB, Oviromar Flores; o representante do Fórum de Entidades, Elias Silva Araújo; a Presidente do Instituto Ecoanama, Katrine Ritton Magami; e o senador Rodrigo Rollemberg. O lançamento também foi prestigiando por uma animada apresentação cultural do Movimento Supernova.

O novo Polo foi instalado em um espaço provisório cedido pela Cooperunião - entidade sem fins lucrativos da cidade, com apoio do Fórum de Entidades, e vai abrigar e apoiar projetos e programas de saúde, meio ambiente, direitos humanos e apoio à área rural.

Mulheres serão o primeiro público-alvo
Num primeiro momento, o Polo trabalhará com o projeto “Vulnerabilidade Entre Mulheres da Região Administrativa de São Sebastião/DF”, que tem por finalidade implementar ações de enfrentamento à violência perpetrada contra mulheres, como forma de promover o desenvolvimento psicossocial, a autoestima, o autoconhecimento e a valorização das que frequentam atividades em instituições da sociedade civil e/ou que prestem serviços de interesse público na comunidade.

Para isso, o projeto pretende atender a um grupo de 100 mulheres de faixa etária a partir de 15 anos e renda per capta de R$ 100,00 a R$ 300,00, com nível de escolaridade do analfabetismo ao ensino fundamental, preferencialmente empregadas domésticas, diaristas, donas de casa e trabalhadoras ambulantes.

Na primeira fase do projeto, serão atendidas as moradoras dos bairros Vila do Boa, Morro Azul e Residencial Oeste. Com elas, serão realizadas atividades nas áreas de saúde, educação, direitos humanos e inserção desse público nas discussões do movimento feminista, além da oferta de palestras e cursos de qualificação e capacitação profissional para a geração de trabalho e renda. O projeto terá duração de 12 meses.

Os cursos oferecidos pelo projeto são:

- Tapeçaria de parede e Desenho;
- Artesanato (Sandálias e camisetas customizadas, colares de miçangas);
- Artesanato (com sacos de cimento);
- Manicure;
- Cabeleireiro;
- Culinária;
- Corte e Costura;
- Danças Circulares.

Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone 3339-3211 ou diretamente na Cooperunião (Quadra 02 conjunto 02 lote 11 – Bairro São Bartolomeu, ao lado da 30ª Delegacia de Polícia).
Tecnologia do Blogger.