Sequestradores morrem durante perseguição no Jardim Mangueiral




Um sequestro terminou em morte na altura do balão do Jardim Mangueiral, no fim da tarde deste sábado (08/09). O mototaxista Rodrigo Gomes de Souza, 30 anos, havia atendido um passageiro no ponto de mototáxi Ligeirinho em São José, sem desconfiar que seria vitima de um sequestro. 


Na altura do Morro Azul, o passageiro ameaçou o mototaxista com uma faca para que parasse na estrada e saltasse do veiculo. O segundo sequestrador esperava no mato pela chegada do mototáxi. Antes dos bandidos subirem na moto (uma 150 Sport de placa JJQ 02962 - DF), eles agrediram a ponta-pés e socos o mototaxista. Roubaram-lhe a carteira com documentos e dinheiro, além do aparelho celular. 

Desesperado, Gomes pediu ajuda na rodovia. Um Palio branco, placa JFL 9696-DF parou para prestar socorro. O vigilante Israel Tolentino, 31 anos, conduzia o carro e estava acompanhado pela mulher e dois filhos, um de cinco e outro de nove anos. O mototaxista, no banco do carona, pediu emprestado à mulher de Israel o celular para comunicar o sequestro à policia.

Gomes pediu a Tolentino que seguisse os assaltantes. O que eles nao esperavam é que os bandidos, ao perceberem que estavam sendo perseguidos, acelerassem a moto e perdessem o controle do veículo depois do balão do Jardim Mangueiral. Os assaltantes caíram em uma vala ao lado da estrada e morreram na hora. 

O Palio, que estava a 60 km, segundo o condutor, também perdeu a direção, não viu a vala e capotou. Os passageiros do carro não tiveram ferimentos. Tolentino disse que ninguém se machucou porque todos estavam usando cintos de seguranca. Segundo agentes da Policia Civil, o Instituto Médico Legal deve transportar os corpos do local hoje à noite para a perícia. Tanto o motorista quanto o condutor foram prestar esclarecimentos na 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião).
Tecnologia do Blogger.