Estudantes refazem percurso de missão que definiu área do DF


Terminou nesta terça-feira (23) a expedição em que estudantes de escolas públicas do Distrito Federalrefizeram parte do percurso feito pela Missão Cruls. Iniciada em 1892, a missão saiu do Rio de Janeiro com a finalidade de demarcar o território do futuro Distrito Federal – que só seria construído décadas depois, no governo de Juscelino Kubitschek.
Por sete meses, a missão percorreu 14 mil quilômetros registrando dados sobre a fauna, a flora e os hábitos dos moradores do Centro-Oeste. Os estudantes do Setor Leste, Setor Oeste, Centro de Ensino Fundamental 104 Norte e do Centro Educacional Nova Betânia, de São Sebastião, percorreram 250 quilômetros do trajeto original.
Os adolescentes passaram por fazendas, pontos turísticos e comunidades no Goiás e no DF. Eles estiveram em Goianésia, Natinópolis, Santa Isabel, Malhador, Pirenópolis, Placas, Corumbá, Olhos D'Água, Alexânia e visitaram o Catetinho, primeira residência de JK em Brasília.
Pelas manhãs, o grupo percorreu entre 15 e 20 quilômetros. De tarde e de noite, acompanharam palestras sobre a história deBrasília e puderam conhecer melhor as comunidades por onde passaram.
Essa é a 11ª edição do projeto, que conta como atividade extracurricular. Em novembro, fotografias feitas pelos estudantes ao longo das duas semanas de caminhada serão expostas no Espaço Cultural Renato Russo, que fica na quadra 508 Sul.

Tecnologia do Blogger.