PM proíbe festa com drogas, menores e alvará irregular em São Sebastião


A Polícia Militar interrompeu na madrugada deste domingo (7/10) uma festa rave em uma chácara na área rural de São Sebastião por consumo de drogas, presença de menores e alvará irregular. Cerca de 1,5 mil pessoas participavam do evento. 

Segundo a coronel Denise Dantas, comandante do Batalhão da PM de São Sebastião, os jovens chegaram a apresentar uma autorização emitida pela administração de outra região. "O Paranoá não tem nada a ver com a área em que estavam. O alvará deve ser falso", explicou. Mesmo depois da ação, alguns festeiros mais ousados permaneceram na festa. No domingo pela manhã enquanto patrulhavam a área, a polícia ainda encontrou quase 150 pessoas no local. Três maiores foram detidos e dois menores levados à Delegacia da Criança e do Adolescente, todos por uso de maconha.

A administradora de São Sebastião, Janine Rodrigues Barbosa, disse que o procedimento correto para a realização da festa seria dar entrada com o pedido na administração, recolher as taxas necessárias e só então avisar aos órgãos de segurança pública, mas as etapas não foram cumpridas. "Fiquei sabendo da festa pela delegacia, que me enviou uma cópia do pedido feito à Secretaria de Segurança", contou.

A festa deveria ter duração de 24h, o que não seria permitido mesmo que os organizadores tivessem feito o procedimento correto. Os eventos têm sido limitados até 1h como medida de diminuir a criminalidade. "Por isso, jamais teria sido autorizada", afirma a administradora. Os organizadores prometeram em nota devolver o dinheiro aos participantes lesados.

Via Correio Braziliense
Tecnologia do Blogger.