Homens são flagrados vendendo terrenos irregulares no Jardim Botânico

A dupla, um corretor e um suposto comprador, foram levados à delegacia ao serem flagrados em negociação de compra e venda de um lote em parcelamento irregular, no Jardim Botânico, nesta quinta-feira (29/11).

No local seria construído um condomínio de alto padrão. A venda do loteamento irregular renderia até R$ 2 milhões.

O condomínio seria construído na avenida do Sol, em região conhecida como Mansões Serranas. Segundo a Secretaria de Estado da Ordem Pública e Social do Distrito Federal (Seops), não há casas construídas ou ruas abertas, mas o local está murado e tem portão de entrada.

Os 15 lotes à venda tinham, em média, 700 m² cada e cada um seria vendido por R$ 135 mil. De acordo com o corretor detido, somente um dos lotes foi vendido.

Os homens foram liberados depois de serem ouvidos na Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), onde a ocorrência foi registrada. Com os depoimentos, foi possível identificar o responsável pelo parcelamento irregular, que deve ser indiciado e poderá ser chamado para depor na polícia.

Agentes da Dema devem realizar perícia no local do parcelamento. Um dos documentos apreendidos com o corretor apontava para a existência de área de proteção permanente (APP) atrás de onde seria erguido o condomínio. Este é o 10º flagrante de tentativa de parcelamento irregular somente neste semestre de 2012.


Tecnologia do Blogger.