Cadê o hospital de São Sebastião?



Segundo a reportagem publicada ontem no Correio Braziliense, o governador do Distrito Federal construirá 4 novos hospitais, sendo mais um hospital no Gama. Nós moradores de São Sebastião debatemos e votamos no orçamento participativo, campanha amplamente divulgada por este governo, como principal ação, a construção do hospital em nossa cidade.

Parece que a escolha popular não é de interesse deste governo, já que o nosso hospital ficou para trás. Acredito que cada região administrativa devia ter seu hospital. Só assim, desafogaria os hospitais do Paranoá e do Plano Piloto, que nós temos que deslocar para receber algum atendimento, em vista que a UPA, não consegue realizar todos os casos.

Vejam a reportagem do Correio Braziliense:

Nos próximos dois anos quatro novos hospitais públicos deverão ser construídos no Distrito Federal. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (13) pela Secretaria de Saúde. Com isso, aproximadamente mil leitos serão disponibilizados para a população. De acordo com o governo, além de um hospital especializado em trauma, serão construídos uma unidade exclusiva para tratamento do câncer, outra para realização de transplantes e o Gama ganhará um novo complexo hospitalar. Atualmente, a rede pública de saúde conta com 16 hospitais – 11 regionais e cinco especializados.

A expectativa do governo é que a licitação para a escolha da empresa responsável pelas obras do Hospital do Trauma, que ficará ao lado do Hospital de Base e contará com aproximadamente 200 leitos, seja concluída até agosto. A construção será feita por meio de parceria público-privada, em que o vencedor da licitação pagará a obra e em troca vai administrar serviços que hoje já são terceirizados (como limpeza e vigilância).

Outra unidade que será construída pelo mesmo sistema é o novo Hospital Regional do Gama (HRG), que ficará perto da entrada da região administrativa e terá 500 leitos.

Os outros dois novos hospitais serão construídos com recursos do Governo Federal. Cerca de R$ 60 milhões foram destinados, por meio de emenda de senadores, à construção do Hospital dos Transplantes de Brasília (HTB), ao lado do Hospital das Forças Armadas (HFA). Serão 150 leitos, que serão integrados ao Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF).

O Hospital do Câncer (Hcan) vai funcionar ao lado do Hospital de Apoio (HAP), entre o Setor Militar Urbano e o Noroeste. Serão investidos R$ 50 milhões para a construção dos prédios, que vão abrigar 170 leitos.

Hospital do Trauma (HT)
Número de leitos: 200
Previsão de conclusão das obras: 24 meses

Hospital Regional do Gama (HRG2)
Número de leitos: 500
Previsão de conclusão das obras: 24 meses

Hospital do Câncer (Hcan)
Número de leitos: 170
Previsão de conclusão da obra: fase de projeto (depende da licitação)

Hospital dos Transplantes de Brasília (HTB)
Número de leitos: 150
Previsão de conclusão da obra: fase de projeto (depende da licitação)
Tecnologia do Blogger.