Conferência Regional de Assistência Social São Sebastião




Neste sábado (31/08) os moradores de São Sebastião se reuniram no Caic Unesco para de bater os assuntos da política social para a cidade.

Na abertura foi feita um credenciamento para a participação com entrega de camisetas e posteriormente um delicioso café da manhã para os participantes
.
Este tipo de evento acontece a cada dois anos, onde são apresentados os trabalhos executados e receber propostas para melhoras ou atuação dos serviços da política de assistência social.

Nas apresentações constavam informações sobre as demandas de atendimentos realizados pelo CRAS em São Sebastião, Jardim Botânico e Lago Sul. Entre os destaques estavam os trabalhos realizados na cidade, onde a demanda visa melhor cuidado e atendimento.

A representante do CRAS de São Sebastião, Luciana, problematizou a questão das distribuições de senha. Criticou a forma, mas infelizmente, que devido ao número reduzido de funcionários, é uma forma de fazer um atendimento completo, de qualidade e humanizado.

Após as apresentações foram abertas ao público para que fizessem perguntas diretamente, onde alguns temas foram destaques, entre eles a questão do atendimento para os idosos, da área rural, de pessoas com deficiência e a construção do albergue.

Sobre as perguntas em destaques, a respostas da mesa foi de que na área rural já existe um mapeamento dos locais onde serão feito atendimentos prioritários e que está sendo implantado uma estrutura móvel de atendimento para estes lugares.

Sobre o albergue explicou que no DF, possui apenas 3 albergues e que a construção em São Sebastião ainda, depende de local a ser definido. Enfatizou a importância do albergue e criticou o preconceito das pessoas sobre o tema. “O atendimento nos albergue são para pessoas que dorme nas ruas, que tem problemas familiares e que muitos deles são trabalhadores”, disse a subsecretária Adriana.








Tecnologia do Blogger.