Tecnologia do Blogger.

Menino de 13 anos morre eletrocutado

by - segunda-feira, janeiro 06, 2014

O acidente aconteceu perto da Quadra 305, onde morava o garoto Luan
A tarde de ontem ficou marcada por uma tragédia em São Sebastião. O corpo de um menino de 13 anos foi encontrado perto da casa onde ele morava, no Conjunto 14 da Quadra 305. Luan da Conceição Bezerra estava desaparecido desde a última sexta-feira, quando saiu para soltar pipa. Ao que tudo indica, o garoto teria morrido eletrocutado ao tocar em fios caídos de um poste da Companhia Energética de Brasília (CEB).

A mãe de Luan, a gari Antônia Cleide da Conceição Bezerra, registrou o desaparecimento do filho na 30ª Delegacia de Polícia pela manhã. Poucas horas depois, no entanto, o tio do menino, Paulo Gonçalves da Cunha, encontrou-o carbonizado após seguir um local que vinha sendo rondado por urubus. “Eu ainda tinha esperanças de encontrá-lo vivo. Luan era muito carinhoso comigo. Dos três irmãos, era o mais atencioso. É difícil”, afirma Antônia.


A mãe e os moradores da região reclamam que os fios estavam caídos havia três meses e que a CEB tinha sido notificada do problema, mas feito nada até então. O Correio tentou entrar em contato com a empresa várias empresas, mas não houve retorno. “Um homem da CEB veio me pedir para assinar um papel oferecendo para pagar o enterro e as cestas básicas. Isso não vai trazer o meu filho de volta”, indigna-se a mãe.


O padrastro de Luan, o também gari Onivan Vitorino da Silva, lamentou a situação. “O trauma é grande. Ele era agitado, mas um menino bom”, disse. “Desde sexta-feira, não o encontrávamos e hoje minha mulher foi fazer a ocorrência na 30 DP”, completa. Gean Bezerra da Silva, 10 anos, um dos dois irmãos da vítima, também demonstrou revolta: “Também gosto de soltar pipa. Estou muito triste, éramos muito próximos”.



O acidente indignou os vizinhos, que lamentaram a perda. “Luan era uma criança boa, humilde. Vigiava carros, fazia de tudo para ajudar a mãe”, conta a vizinha e dona de casa Leila Bezerra. “Em uma hora dessas, era para a vizinhança toda estar brincando na rua, jogando bola. Está todo mundo triste com a notícia”, completa. Por volta das 19h de ontem, um funcionário da CEB mexeu no poste onde aconteceu o incidente com Luan, mas ele preferiu não dar entrevistas.

You May Also Like

2 comentários

  1. Cara sem noção a CEB, vergonha raiva indignação tenho sobrinhos também meu podia ter acontecido com qualquer um, tem que entrar com uma ação não pelo dinheiro por que isso não traz ninguém de volta mais pra que a CEB seja notificada e responda por isso, é uma vida ligaram antes do fato pelo que entendi força só resta ter força Deus tarde mais não falha.

    ResponderExcluir
  2. Eu sinto muito, mais um ajinho pra Deus. Que Deus cuide bem dele. E que a mãe cuide melhor dos seus filhos, para evitar qe aconteça com outros.

    ResponderExcluir

Os comentários nos artigos do blog são, sem dúvida, a principal forma de contato entre o visitante e o autor e deve ser sempre um canal aberto. Comente-o.