Combate ao trabalho infantil é discutido na Regional de Ensino de São Sebastião


Erradicar o trabalho infantil é uma das missões do Ministério Público do Trabalho (MPT). Para ajudar a alcançar este objetivo, o Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF) implementa o projeto “MPT na Escola”.
 A iniciativa liderada pela procuradora do Trabalho Ana Cláudia Rodrigues Bandeira Monteiro busca  discutir com professores da rede de ensino do Distrito Federal estratégias nessa luta. Os docentes devem transmitir informações de qualidade a pais e alunos na eliminação do trabalho infantojuvenil.
Nesta terça-feira (19/8), foi a vez da Regional de Ensino de São Sebastião – Escola Classe São Bartolomeu e Escola Classe Aguilhada – receber o MPT. No Encontro, foram apresentados vídeos sobre o tema e distribuídos cartilhas e cartazes para que os professores repassem o material aos seus alunos.
Para a procuradora Ana Cláudia Monteiro, os professores são protagonistas nessa luta. “Vocês são fundamentais para disseminar o conhecimento e transmitir a mensagem de que trabalho infantil é proibido.”
Ela ainda lembrou que a maior dificuldade é mudar a mentalidade arraigada na sociedade, em que muitos acreditam que o trabalho desde cedo é importante e afasta a criança de outros problemas sociais, como envolvimento com drogas.
“Não nos deixemos enganar pela falácia de que é melhor trabalhar do que estar na rua. Criança tem de estar na escola. Esse período é a base para o futuro de todas as pessoas e aquela que tem sua infância roubada, na sua grande maioria, não alcança sucesso profissional. O trabalho infantil perpetua a pobreza e ela provavelmente vai ser condenada ao subemprego quando crescer.”
Fonte: MPT
Tecnologia do Blogger.