Moradores do Jardim ABC e DF-140 cobram transporte público

Após mais de cinco horas de protesto, manifestantes liberaram a DF-140, que havia sido bloqueada por volta das 6h com pneus queimados em um ato de moradores da região por melhoria no transporte público. A rodovia faz a ligação entre Cidade Ocidental, no Entorno, e São Sebastião, no DF.
A liberação ocorreu depois de negociação dos manifestantes com representates da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A DF-140 teve o trânsito interrompido nos dois sentidos na altura do km 12.
De acordo com moradores, desde que a empresa Anapolina parou de realizar o serviço na região, o local ficou com poucas alternativas de transporte.
O motorista de transporte escolar Oldair Fonseca disse que chegou à rodovia por volta das 5h da manhã e que não pôde trabalhar por conta do bloqueio. De segunda a sexta ele leva cerda de 12 crianças do Jardim ABC, em Cidade Ocidental, para escolas de Barreia II.
Ele criticou o protesto dos moradores. “Não ajudou em nada, porque os ônibus não vão vir agora. Só em fevereiro”, disse, fazendo referência à licitação que deve contratar uma nova empresa para atuar na região.
Por conta da manifestação, o pedreiro João Lemos, que trabalha no Park Way, em Brasília, não conseguiu chegar ao seu destino. Apesar de perder a diária do serviço realizado, ele disse apoiar a manifestação.
O membro da comissão de moradores da região de Dom Bosco, em Cidade Ocidental, José Luiz da Silva, disse que uma reunião com representares da ANTT vai ser realizada nesta terça-feira para discutir melhorias no transporte público na região. “Queremos uma regularização junto aos órgãos federais. Queremos transporte de qualidade”, afirmou.
De acordo com Silva, cerca de 20 mil pessoas dependem de transporte coletivo na região para trabalhar todos os dias. Ele disse que a rodovia é usada por moradores de Luziânia, Ocidental, Jardim ABC, Dom Bosco, Mesquita e Jardim Edi.
Tecnologia do Blogger.