Servidor do GDF e outras 7 pessoas são presas por suspeita de grilagem no Morro da Cruz




De acordo com a polícia, o grupo desmatou uma área de preservação ambiental e parcelou o terreno. O cargo do agente no governo era de evitar invasões. Eles responderão por crime ambiental, parcelamento irregular do solo e formação de quadrilha. Segundo a polícia o servidor também responderá por corrupção.
Tecnologia do Blogger.