São Sebastião ganhará um CIL em estrutura recuperada

São Sebastião ganhará um Centro Interescolar de Línguas (CIL), com capacidade de atender 1,4 mil alunos. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Uma estrutura com obras paradas na DF-473, no Bairro Crixás, de São Sebastião, agora tem destinação e será usada como Centro Interescolar de Línguas (CIL). Abandonada pela empresa que fazia a construção na gestão anterior, a edificação foi visitada pelo governador Rodrigo Rollemberg na tarde desta sexta-feira (12).

Para responder a um pedido da comunidade, a previsão do espaço ocioso foi alterada. “Seria um albergue para São Sebastião, mas há uma reivindicação muito forte da região para transformar em centro de línguas e atender a essa necessidade local”, justificou o governador durante a visita.
Para lidar com a demanda de pessoas em situação de rua, a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos mudará o atendimento previsto no local para unidades menores.
A fórmula adotada não trará prejuízos, segundo Rollemberg. “O acolhimento às pessoas que precisam — como moradores de rua, imigrantes e vítimas de violência — é mais adequado em espaços menores”, explicou.
Para tanto, serão instaladas pequenas unidades que comportam de 30 a 50 vagas, para receber pessoas em situação de rua em várias regiões do DF, informou o secretário do Trabalho, Guttemberg Gomes.
Como albergue, o prédio teria capacidade de acolher 150 pessoas. Transformado em CIL, vai beneficiar 1,4 mil alunos da região administrativa, segundo Guttemberg Gomes.

Demandas de professores de escola rural

Na sequência, Rollemberg visitou a Escola Classe São Bartolomeu, de São Sebastião, para ouvir reivindicações do corpo docente da unidade. Eles explicaram que precisam, por exemplo, aumentar o espaço do centro de ensino para fazer uma quadra de esporte.
Também pediram a pavimentação do acesso ao colégio. Hoje, os alunos precisam andar 1 quilômetro em estrada de terra para chegar à escola.
O governador entrou em contato com o secretário da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, José Guilherme Leal, para colocar as demandas em pauta. A pasta foi acionada porque a unidade fica em área rural.

Obras do balão do Morro da Cruz são inspecionadas

O governador inspecionou ainda o andamento das obras no balão do Morro da Cruz, feitas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) desde janeiro.
“Já fizemos uma obra de drenagem que começa no morro e vai até abaixo do balão”, comentou Rollemberg, referindo-se aos 120 metros de rede de drenagem pluvial já instalados. Também serão colocados 1,5 mil metros quadrados de pavimentação e 500 metros de meios-fios.
Reivindicação da população local, a ampliação vai permitir que carros maiores acessem mais facilmente as vias. O perímetro, além de precário, trazia alto risco de acidentes, por ser um cruzamento com fluxo também de pedestres.
Tecnologia do Blogger.