Morre menina que foi atropelada na BR-251, na região de Nova Betânia


Yasmin Rodrigues, 8 anos, que foi atropelada na segunda-feira (5/6) na BR-251, via que liga Brasília a Unaí (MG), enquanto tentava embarcar no transporte escolar, não resistiu aos ferimentos. A menina morreu e seu corpo foi enterrado nesta quarta-feira (7). Revoltados, professores e alunos do Centro de Ensino Fundamental Nova Betânia, em São Sebastião, onde a garotinha estudava, fizeram um protesto para pedir mais segurança na via.

O protesto contou também com a participação de membros do Sindicato dos Professores (Sinpro-DF). Os manifestantes exigem do Governo de Brasília sinalização, redutores de velocidade, parada de ônibus e local para embarque e desembarque de alunos.  “Uma família está enterrando uma criança de 8 anos, hoje, por omissão do governo que não tomou as medidas necessárias de segurança em uma área escolar próxima de uma BR”, pontuou o diretor do Sinpro, Samuel Fernandes.
Luciano Garcia, vice-diretor da escola em que Yasmin estudava, diz que não é a primeira vez que acidentes acontecem na região, mas lamenta o fato de ter sido com uma estudante do colégio. “A BR-251 está um caos. Não podemos fazer nada e ficamos à mercê da fatalidade, pois o governo não toma providências”, pontuou.


Metrópoles entrou em contato com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) e o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF), mas os órgãos informaram que não são responsáveis pela via. O enterro de Yasmin ocorreu às 15h desta quarta-feira (7), no Campo da Esperança da Asa Sul.
Fonte: Metrópoles
Tecnologia do Blogger.