Definido o início das obras de asfaltamento no Tororó


O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, anunciou, na noite desta quinta-feira (21), que a via principal de acesso aos condomínios do Setor Habitacional Tororó, em Santa Maria, será asfaltada.

As obras começam na segunda quinzena de janeiro e serão feitas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap). Segundo a empresa pública, o asfaltamento vai beneficiar diretamente 1.500 pessoas.

O primeiro trecho a ser asfaltado na região é de 1.572 metros – ele vai da entrada pela via Tororó Oeste até o balão próximo ao Chapéu de Pedra, quadra aberta do setor.

A Novacap fará obra direta, com recursos e mão de obra próprios. A massa asfáltica que será utilizada é da usina da própria companhia.

O início das intervenções no setor habitacional foi possível porque o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) aprovou, em novembro, o projeto de macrodrenagem da região – arcado pelos condôminos.

Segundo o diretor-presidente da Novacap, Júlio Menegotto, o asfaltamento do acesso aos condomínios “significa para os moradores, por exemplo, segurança e menos gastos com manutenção de carros.”
Maria José Feitosa, presidente da Associação dos Empreendedores do Tororó, recebeu com satisfação o anúncio da medida. “Isso [regularização] desperta interesse de empresários para a região, além da infraestrutura para os moradores”, comentou.
Em encontro com os moradores da região na noite de hoje, também foram entregues licenciamentos ambientais de dois condomínios concedidos pelo Ibram. Com eles, são 11 os licenciados no setor habitacional.
“Nós temos apostado na regularização fundiária. Além da segurança jurídica, isso significa valorização do patrimônio. Queremos que a nossa cidade cresça de forma ordenada, com qualidade de vida para todos”, afirmou o governador.
Ele citou a entrega de escrituras feita nesta manhã no Itapoã e os condomínios que aderiram à venda direta, como o Jardim Botânico.
O presidente do Ibram, Aldo Vieira, afirmou que a meta para 2018 é licenciar todos os 24 condomínios. “Com as compensações ambientais, conseguimos trazer os parques”, afirmou.
Tecnologia do Blogger.