Tecnologia do Blogger.

Expansão do bairro Bonsucesso

by - terça-feira, março 06, 2018


A Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) anuncia, na quarta-feira (7/3), a venda de 6.212 lotes distribuídos em cinco regiões da capital. Serão comercializados terrenos no em Sobradinho, São Sebastião, Samambaia, Recanto das Emas e Planaltina. A principal novidade é que, pela primeira vez, a empresa comercializará terrenos destinados à população de baixa renda.

O preço estimado dos terrenos é de R$ 60 mil por unidade, e o início da comercialização será definida nesta semana pelo governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Apenas os habilitados pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab) poderão participar do programa Lote Legal, uma modalidade do Habita Brasília, lançado em 2016.

A área útil prevista no projeto é de 485,5 hectares. Cada lote terá, em média, 160m². A infraestrutura de água, esgoto e iluminação será implantada paralelamente às vendas. No caso específico do Residencial Bonsucesso, em São Sebastião, a rede elétrica já foi contratada.

Categorias do programa e casas sobrepostas
O Habita Brasília é dividido em cinco modalidades: Lote Legal, Projeto na Medida, Morar Bem, Aluguel Legal e Portas Abertas. Todas atendem apenas os inscritos nas listas da Codhab. É necessário que os aprovados recebam, prioritariamente, renda de até três salários mínimos (R$ 2.640), podendo ser estendida até o valor de R$ 6.500.

No Lote Legal, o governo vende os terrenos por preços abaixo dos praticados no mercado. Os próprios moradores, com cooperativas e associações, erguem as casas, que seguem os modelos arquitetônicos planejados pelo governo para aquela área, como, por exemplo, as casas sobrepostas do Recanto das Emas.
Esse sistema, inédito no DF, prevê residências multifamiliares constituídas por dois pavimentos. Na prática, duas famílias vão dividir o mesmo imóvel, mas com entradas independentes, conforme o Metrópoles antecipou em setembro passado.
Déficit habitacional
Segundo dados do GDF, a falta de habitação atinge aproximadamente 120 mil famílias brasilienses, mas, entre os cadastrados na lista da Codhab, apenas 20 mil estão aptos a aderir aos programas oficiais.

Mas essa condição não significa que, ao ser contemplado, o candidato consiga financiar um imóvel. Isso porque, em média, a cada oito contemplados apenas um fecha negócio. Os maiores entraves são a falta de certidões negativas e de documentos dos pretendentes.




You May Also Like

0 comentários

Os comentários nos artigos do blog são, sem dúvida, a principal forma de contato entre o visitante e o autor e deve ser sempre um canal aberto. Comente-o.